Générateur portugais de faux textes aléatoires

Lorem ipsum a généré 40 listes pour vous.
Vous pouvez utiliser ce texte lorem ipsum dans vos maquettes, sites web, design, ebook... Le texte généré aléatoirement est libre de droit.

Le faux texte a bien été copié

  • suspira E levanta o collo ao céo Vê vir raiando a aurora
  • cobra enorme Á calma quando está Grande calor conforme As tenho
  • nuvem que nos passa Pela manhã nos ares Era hontem a fumaça
  • tendo vida Será coisa permittida Tu não amares ninguem Suppões
  • importa digam no É pelo fructo que a oliveira escolho
  • tempo simplesmente A flôr que vai nascendo e mais valia Seres
  • ellas mãi e irmã cinzas cobertas D um só jacto de terra
  • nuvem da manhã resplandecente Manto real de sêda delicada
  • tambem a lua pára Se algumas vezes repara N uma nuvem menos
  • herva como existe A mim quem m o diria Se a luz que me alumia
  • Botão de rosa murcho á luz da aurora Que peccado equilibra
  • linda voz nos sái dizendo As mimosas palavras que costuma Sente
  • trovão no momento Que soltava esta heresia E áquella rouca
  • loureirinho Que era o que havia só Encontra o no caminho
  • Deixa que a nuvem negra tolde a lua Se a leva a tempestade Deixa
  • Havias ao teu rosto De me apertar a mim D encher fartar de gosto
  • breve desenganada D essa existencia isolada Darás n alma franca
  • Feras tigres tambem o céo povôam Tambem os labios lá sorrindo
  • Deixál os dizer Se Deus me deu flôres Foi para as colher
  • saudade em me lembrando O bello tempo que passei com ellas
  • Converte me este inferno Em azulado céo Ou quebra o laço eterno
  • valle ambas irmãs nascidas fomos És como eu sou E amamo
  • bonita meu amor Que perfeita que formosa A ti pozeram
  • intima influencia Oh fugitiva luz Luz cuja eterna ausencia
  • ainda n esse espaço Tão longe onde tu vás Visse um reflexo
  • Quando em silencio finges Que um beijo foi furtado E o rosto
  • desventura Oh destino cruel Vejo as ainda ir com as mãos incertas
  • andas já presentida D essa voz que te convida A encetar
  • passa á maneira Assim d um caracol Áquella farrobeira
  • ainda o pranto corria E o cabello me batia No rosto que me doía
  • Jupiter acode lhe Senão diriam filha que as guardavamos
  • cobrar logo A fórma e côr perdida E a bocca toda fogo Ah inspirar
  • cinza em terra em nada Meu sêr converte ó luz Mas sempre sempre
  • piedade É filha da mulher Que sempre quiz metade D uma afflicção
  • Passavam os amores Oh não mil vezes antes No céo lá onde habitas
  • Intima voz do fundo bem do fundo D alma me diz e as lagrimas
  • paixão que assim me trouxe Tão erradio a mim digo a verdade
  • montes vi tambem Nos vastos horisontes mais alguem Nos tristes
  • mysterio é tudo Folhinha d herva e estrella Não ha comprehendêl
  • Deixa que ao espaço immenso os olhos lance O sol antes que expire