Générateur portugais de faux textes aléatoires

Lorem ipsum a généré 25 listes pour vous.
Vous pouvez utiliser ce texte lorem ipsum dans vos maquettes, sites web, design, ebook... Le texte généré aléatoirement est libre de droit.

Le faux texte a bien été copié

  • valle ambas irmãs nascidas fomos És como eu sou E amamo
  • Trazeis me rosas d onde as heis trazido Boa velhinha e minha
  • passa á maneira Assim d um caracol Áquella farrobeira
  • dispara a setta envenenada Á pombinha que aos ares despedira
  • ternos ais E as lagrimas que chóro Podem dizer
  • olhar Receio E desejo estar sempre a contemplal
  • ainda tão baço De luz tão pouco brilhante Que se media a compasso
  • lagrimas d amor Vê n esse espaço immenso Os astros como estão
  • sentimento Ha uma hora ou mais Marina que contemplo
  • Acordo até de noite suspirando Por que rompa a manhã e tenha
  • pallido Maria O pensamento Não é trabalho que nos dê saude
  • sósinha chorando Me lembrava ora a ventura Da minha infancia
  • gente na sua mocidade Não cabe em si não pára de contente
  • Quando tinha se me désse Não digo mais que uma flôr Talvez
  • tambem Amparando me tu a mim nos braços Eu seguia te os passos
  • Pobre musgo descuidado Sem olhos para chorar Sem poder alliviar
  • Porém quem é que apanha o aereo véo Da nuvem da montanha
  • Abraços abraços Que mal nos farão Se Deus me deu braços
  • existencia alguma Que não tenha amor nenhuma Porque
  • Confessa rosa animada Que és outra casta de flôr
  • tristeza tamanha E lembra me ir á montanha Que temos aqui vizinha
  • vezes que a onda cáia Ha uma rocha uma praia Aonde
  • reduz a nada um grão d arêa E havia de a nossa alma a nossa
  • Havias ao teu rosto De me apertar a mim D encher fartar de gosto
  • Deixa que ao romper d alva o cravo abrindo Á rosa envie o aroma